Nonada

Sertão. Quartinho escuro, iluminado apenas por um pequeno lampião. Na mesma cama, dois irmãos, um de sete e outro de seis anos.

Lipe, é pecado não gostar de parente? Porque eu não gosto da vó.

Não sei, eu também não gosto muito do tio. A gente devia rezar pra Deus pra gente gostar deles.

Acho que quando a gente crescer a gente vai começar a gostar deles. Gente grande sempre gosta de parente.
Mas e se Deus castigar e mandar um filho que não gosta da gente e a gente nem sabe?

Fim de cena. Longa-metragem Mutum, Sandra Kogut.
Anúncios

2 Respostas para “Nonada

  1. Forte, hein?!E bem sintomático…Para quem sabe ler entrelinhas, este post é uma obra prima.Sutil, mas feroz!!!Beijos 🙂

  2. Pena que vi esse filme um segundo depois de uma perseguição eletrizante do Tarantino. Um clima totalmente oposto ao outro…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s