Livre arbítrio

De vez em quando, como quem não quer nada demais, eu paro. Estou andando no meio da rua, subindo o curso até a minha casa, ou descendo a ladeira em direção ao ponto de ônibus. Olho, timidamente, para os dois lados. Quero ter certeza de que ninguém está prestando atenção em nada que não seja sua própria vida. E paro. Não demora muito, alguns poucos segundos. Não quero atrapalhar minha própria vida quando posso decidir por isso. Deixo de andar. Dois instantes. Continuo, retomando o ritmo.

Tudo o que eu quero provar é que eu tenho escolha.

Anúncios

4 Respostas para “Livre arbítrio

  1. Não existem escolhas.
    Escolhas são dois lados da mesma coisa, disfarçados.
    Cara e coroa de uma mesma moeda, valerão sempre os mesmos centavos.
    Você morrerá escolhendo a esqueda ou a direita.
    Mas eu não acredito nem em Deus, nem no destino.
    Acredito que, para ter escolha, é preciso criar um novo caminho.

  2. wow!!!

    Adorei o comentário do Pê (como se eu fosse íntima, desculpe mas não tenho certeza quem é você)!!!!

    Beijos

  3. Eu acredito que seu estiver descendo a rua como sempre , atropelo vc parada! rs…..

  4. Escolhas… as vezes algo difícil para quem tem zero no mapa, certo?!
    Passei rapidinho pelo seu blog, não li muita coisa, mas, do que li, gostei!!!
    Beijocasss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s