Eu Leio Spoilers

Recentemente, o J.J. Abrams deu uma entrevista condenando spoilers, e eu comecei essa discussão com uma amiga, o que me motivou a escrever este post.

Eu sou a favor de spoilers. Devo ser uma em um milhão no mundo dos fãs de séries. Quem não é jornalista (e, consequentemente, obrigado a lê-los) foge desesperadamente destas informações que revelam detalhes do episódio que você não viu. Ok, eles têm certa razão. Mas nem tanto.

Odiar spoilers significa acreditar que a história, o assunto de um episódio é onde ele se sustenta. Eu não acredito nisso. Não é a história, é a maneira de se contar. Pouco me importa se o personagem principal vai morrer no último capítulo. Pouco me importou se, quando eu assisti a Six Feet Under, eu já sabia que Nate iria ficar doente e morrer antes do final da série. O que me fez idolatrar o roteirista Alan Ball foi a maneira absurda e visceral com que ele colocou essa história na tela.

Dito isso, vamos às exceções: uma série que se baseia exclusivamente nos twists, nas viradas de trama, no suspense das informações que vai soltando aos poucos (como JJ e seus Lost, Fringe, Alias) precisa odiar spoilers. Parte da graça é ler os mistérios, se empolgar com o desenrolar do jogo, suspirar de alívio, de medo, de prazer no final.

Mas este prazer é fácil. É mais fácil ter uma boa idéia – a premissa – do que duas – a premissa e o roteiro. Por isso, eu sou a favor de histórias que não se estragam com spoilers. Sou viciada em Lost e tudo o mais, mas eu sempre fico sabendo de tudo antes de assistir. Leio as resenhas, faço questão de estragar cada uma das surpresinhas fáceis e rasas que estão no meu caminho. Daí assisto ao episódio, aproveitando o nível mais profundo da narrativa, as atuações explêndidas que a maioria dos fãs não nota, preocupada com a próxima vez em que Jacob vai aparecer. Eu não ligo para quem é Jacob.

O mundo precisa de um pouco mais de imaginação. Não aquela imaginação que só constrói grandes castelos, mas aquela que também sabe reforçar a base para que ele se mantenha no ar. Um bom roteiro resiste a décadas de análises. Que tipo de obra-prima será Lost quando tiver chegado ao fim, se ninguém conseguir assistir pela segunda vez? Não é a história, é a maneira de se contar.

Anúncios

2 Respostas para “Eu Leio Spoilers

  1. Concordo com você sobre spoiler, no geral, mas eu fujo de todos os possíveis. 🙂

    Lost já me foi estragada muitas vezes por causa de um spoiler perdido aqui e ali ou por chatos que os contam somente para sacanear. Aí é dose e dá vontade de chamar o Lostzilla.

    Mas há spoiler que não estraga ou não interfere e há o que mata um final de qualquer coisa, até receita de bolo. Saber o final de Romeu e Julieta é irrevelante, o que importa é a humanidade imbutida no texto, e muita gente só vê uma história romântica. A ingrata lua é mais importante que a adaga ou o veneno.

    O que importa é o homem. Nâo importa saber se ele é o pai do Luke Skywalker, mas sabê-lo antes do momento certo num fime tão oito ou oitenta posso ser fatal. Já vi gente ao meu lado cair da cadeira vinte anos depois do filme ser lançado e ficar pasma com a revelação. É spolier quente, e geralmente não se espalha por aí. Por quê?

    Do mesmo jeito que todas as histórias já foram contadas o que importa é como se desenvolve o miolo delas, não importam o começos e os finais. É por isso que alguns spoilers não atrapalham.

    É o caso também de quem acompanha novela religiosamente e ainda por cima lê todas as revistas de fofocas de tv. Três meses antes já se sabe que fulana vai ficar grávida de ciclano, como se não fosse óbvio aliás, pois é uma novela. O que importa é a manutenção do vício.

    Bons roteiros somados a boas direções destroem qualquer spoiler. Já tive caso de filmes que me lembrei do spoiler um segundo depois de ver ele na tela, o típico “lembrei que eu sabia”. Nada como ser envolvido, enganado e ludibriado por um bom texto.

    O problema é o spoiler pontual. Saber que o mordomo é o assassino num livro da Agatha Christie é a morte, porque ela escreve sobre tudo, menos o verdadeiro culpado.

  2. mto legal o blog :]

    mas, bom, atualmente eu odeio spoilers hahaha… qnd eu era mais nova eu gostava, hoje não. Nem de livros, nem de filmes e nem mesmo de séries. Gosto não só de como a história é contada, mas também de me surpreender com as novidades no caminho. Nada como terminar aquele ep mais fooooda boquiaberta!

    Mas entendo seu pensamento e achei mto bem escrito.
    Bem legal msm :]

    aliás, qnd puder, visite:
    http://www.biscoitossortidos.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s