Simplesmente Complicado

Uma mulher de seus 60 e poucos anos que, depois de dez divorciada, volta a ser amante de seu próprio marido, agora casado com uma mulher muitos e muitos e muitos anos mais nova.

É uma premissa bastante encantadora para uma comédia romântica – até porque esses filmes precisam tentar reafirmar exatamente o romance. Mas Simplesmente Complicado não é um filme meloso. É desencanado, maduro, adulto. Sem, ao mesmo tempo, deixar de ceder aos impulsos bestas e infantis que até a mais evoluída das criaturas deixa brotar numa hora dessas.

Mas, só vale a pena mesmo por causa de Meryl Streep. Aos 60 anos, ela se diverte em cada cena. E eu me divirto junto com ela.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s